PF faz operação contra grupo de extermínio em vários estados Policiais federais cumprem mandados no município do Pilar. Doze pessoas foram presas e levadas para a sede da PF em Mace

Posted On 01/07/2015

Filed under Uncategorized

Comments Dropped leave a response

Suspeitos foram encaminhados para a sede da PF em Jaraguá (Foto: André Feijó/TV Gazeta)Suspeitos foram encaminhados para a sede da PF
em Jaraguá (Foto: André Feijó/TV Gazeta)

A Polícia Federal (PF) faz uma operação, na manhã desta quarta-feira (1º), para combater um grupo de extermínio envolvido em crimes homicídios no município de Pilar, na Região Metropolitana de Maceió. Segundo a PF, 12 pessoas já foram presas. Além de Alagoas, a PF também cumpre mandados em Sergipe,Bahia e Minas Gerais.

Cerca de 130 policiais cumprem 12 mandados de prisão temporária, um de condução coercitiva e 18 de busca e apreensão, que foram expedidos pela Justiça estadual. Segundo a PF, o grupo também está envolvido em tráfico de drogas, roubo e comércio ilegal de armas e munições.

O policial militar reformado Antônio Correia da Silva, conhecido como “chibata”, reagiu à prisão e chegou a apontar a arma contra os policiais federais. Ele foi baleado e socorrido para um hospital em Maceió e, segundo a PF, não corre risco de morte.

O inquérito foi instaurado em julho de 2014. Nesse período foi identificado grupo de extermínio, constituído inclusive por agentes públicos, que agia de forma violenta e sistemática sob o falso motivo de promover uma redução na criminalidade local. Para manter seu anonimato, constatou-se que o grupo em suas ações executava sumariamente não só criminosos como também possíveis testemunhas.

Os presos foram levados para a sede da PF, no bairro de Jaraguá, em Maceió. Os presos serão ouvidos e, posteriormente, encaminhados ao Complexo Prisional. Nessas condições, os autores, nas medidas de suas participações, responderão pelo crime de associação criminosa, sem prejuízo pela responsabilidade dos demais crimes de homicídio, de tráfico de drogas e de comércio ilegal de armas e munições. As penas culminadas podem superar a 30 anos de prisão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s