PRF conta com Força Nacional para fiscalizar 10 barreiras fixas em SC Policiais participam de blitzes 24 horas em regiões de fronteira do estado. A operação começa nesta segunda (6) e não tem previsão de término.

Posted On 06/10/2014

Filed under Uncategorized

Comments Dropped leave a response

http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2014/10/prf-conta-com-forca-nacional-para-fiscalizacao-em-dez-barreiras-em-sc.html

http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2014/10/prf-conta-com-forca-nacional-para-fiscalizacao-em-dez-barreiras-em-sc.html

ELEIÇÕES 2014

Veja os números da apuração em todo o país na central da apuração

CONFIRA

06/10/2014 19h06 – Atualizado em 06/10/2014 19h29

PRF conta com Força Nacional para fiscalizar 10 barreiras fixas em SC

Policiais participam de blitzes 24 horas em regiões de fronteira do estado.
A operação começa nesta segunda (6) e não tem previsão de término.

Do G1 SC

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou uma reunião na tarde desta segunda-feira (6) com a Força Nacional e os órgãos de segurança do estado para definir as estratégias de atuação em conjunto durante esta terceira onda de atentados em Santa Catarina. Dez barreiras fixas de fiscalização de veículos funcionam a partir desta segunda 24 horas por dia. Não há prazo de encerramento da operação, afirma a PRF.

De acordo com a Polícia Militar, desde o dia 26 de setembro foram confirmados 90 ataques, além de outras 16 ocorrências relacionadas. O último relatório da corporação, divulgado às 19h desta segunda, 31 cidades já foram atingidas. No total, 44 pessoas foram presas e 12 adolescentes apreendidos. Um agente prisional aposentado foi assassinado na frente de casa e dois suspeitos morreram em confronto com a PM.

Confira a cronologia da terceira onda de ataques em Santa Catarina

Reunião de órgãos de segurança definiu estratégias de fiscalização (Foto: Edvaldo Dondossola/RBS TV)Reunião de órgãos de segurança definiu
estratégias de fiscalização
(Foto: Edvaldo Dondossola/RBS TV)

As barreiras serão montadas em cidades que fazem divisa com o Paraná, Rio Grande do Sul e Argentina. No Norte, Joinville, Mafra, Canoinhas terão fiscalização. No Oeste, Água Doce, Guaraciaba, Maravilha, Concórdia e Campos Novos. Já na região Sul, Capão Alto e Araranguá estão mapeados.  Na maioria dos casos, as blitzes são feitas próximas a postos da PRF.

Na Grande Florianópolis, serão organizadas barreiras móveis, em operações surpresas sem datas e locais específicos. O foco de todas as operações é a apreensão de drogas, armas e busca de pessoas suspeitas ou foragidas da Justiça. A fiscalização é integrada aos sistemas de informação e inteligência da Polícia Federal, Receita, Polícia Civil e Polícia Militar Rodoviária.

Segundo a PRF, além da Força Nacional, policiais da PRF do Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília atuam provisóriamente no estado para reforço do efetivo. O órgão não divulga número de policiais em atuação, mas afirmou ser o maior efetivo que já foi mobilizado para atuar nas rodovias de Santa Catarina.

Origem dos atentados
Nesta segunda-feira, novos soldados da Força Nacional chegaram a Santa Catarina, segundo a Polícia Rodoviária Federal do estado. O efetivo total não foi divulgado.Na madrugada de sábado (4), 33 soldados da Força Nacional chegaram ao estado e no mesmo dia ajudaram na remoção de 20 presos para o Presídio Federal de Porto Velho, em Rondônia.

Três ônibus foram incendiados em Agrolândia (Foto: Giácomo Miranda/Diário Alto Vale)Três ônibus foram incendiados em Agrolândia
(Foto: Giácomo Miranda/Diário Alto Vale)

O governador reeleito de Santa Catarina, Raimundo Colombo, Colombo afirmou que “o problema está relacionado à questão das drogas e do crime organizado. As drogas só vão parar quando o consumidor tiver a consciência de que ele é o causador disso tudo. O traficante é o meio, que se aproveita dessa debilidade de pessoas da sociedade”.

A Polícia Rodoviária Federal iniciou a montagem de barreiras fixas em rodovias federais do estado. O objetivo é impedir a entrada de drogas, armas e foragidos da Justiça. A medida foi anunciada pelo Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, no último sábado quando foram apresentadas formas de combate à terceira onda de atentados em Santa Catarina. Antes disso, desde a última quarta-feira, barreiras móveis foram montadas em todo o estado, para ajudar na fiscalização.

Soldados da Força Nacional ajudarão a combater a onda de ataques em SC (Foto: João Salgado/RBS TV)Soldados da Força Nacional ajudam a combater
a onda de ataques no estado
(Foto: João Salgado/RBS TV)

O delegado responsável pela divisão de repressão ao crime organizado da Deic, Procópio Silveira Neto, disse que as ordens dos ataques partiram de presos transferidos de Santa Catarina para a Penitenciária Federal de Mossoró (RN). Segundo ele, os apenados daquele estado se comunicam com os que estão na penitenciária catarinense de São Pedro de Alcântara. “[As ordens partiram] de Mossoró para São Pedro de Alcântara e daí se difundiram para rua”, complementa.

De acordo com o Ministério da Justiça, “não há qualquer indício de contato direto entre os presos transferidos e os presos ou lideranças de organizações em Santa Catarina”. Em nota, o órgão informou que continuará à disposição do estado para dar apoio e suporte no enfrentamento ao crime organizado.

Mesma facção dos ataques anteriores
Esta terceira onda de ataques, segundo a polícia, é coordenada pela mesma facção criminosa das duas anteriores. Em fevereiro de 2013, 37 homens, que estavam detidos em unidades prisionais catarinenses foram transeferidos para o Rio Grande do Norte e três para Porto Velho. Eles foram movidos na intenção de desarticular a facção criminosa que estava em atuação na segunda onda criminosa, entre 30 janeiro e 3 de março daquele ano. Nesse período, ocorreram 114 atentados em 37 cidades catarinenses, segundo a PM. Antes, em 2012, ocorreu a primeira onda de atentados no estado, com 63 alvos de 18 a 11 de novembro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s