Madrugada tem tiros contra base da PM e incêndios a ônibus em SC Ao menos 5 ataques foram registrados entre 0h e 7h20 no estado. Desde sexta-feira (26), casos semelhantes são vistos em Santa Catarina.

Posted On 30/09/2014

Filed under Uncategorized

Comments Dropped leave a response

Madrugada tem tiros contra base da PM e incêndios a ônibus em SC

Ao menos 5 ataques foram registrados entre 0h e 7h20 no estado.
Desde sexta-feira (26), casos semelhantes são vistos em Santa Catarina.

Entre a noite de segunda-feira (29) e o início da manhã desta terça (30) foram registrados diversos ataques em várias regiões de Santa Catarina. Houve disparos contra bases da Polícia Militar (PM), casas de agentes públicos, viaturas e incêndios a ônibus. No relatório das 8h30, a PM contabilizadava 22 ataques no estado desde sexta (26) e dois suspeitos presos. Um ex-agente prisional foi assassinado a tiros na noite de segunda no município de Criciúma, no Sul catarinense.

Inicialmente, os crimes ocorreram na Grande Florianópolis. Porém, na segunda foram registrados ataques em outras regiões do estado. Os ônibus do sistema de transporte coletivo da Grande Florianópolis pararam de operar 0h desta terça e voltaram às 6h. Objetivo foi garantir a segurança dos trabalhadores do sistema.

Ônibus é incendiado na Tapera, em Florianópolis, na manhã de terça (Foto: Polícia Militar/Divulgação)Ônibus é incendiado na Tapera, em Florianópolis,
na manhã de terça (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Ocorrências recentes
A ocorrência mais recente registrada foi no bairro Tapera, em Florianópolis. Um ônibus foi incendiado na manhã desta terça-feira (30). De acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), o incêndio ocorreu por volta das 7h20 no ponto final da linha Tapera, no Sul da Ilha, enquanto o coletivo da empresa Insular fazia o retorno na pista. Duas pessoas em uma moto escura teriam provocado o fogo.

Cerca de uma hora antes, por volta das 6h15, tiros foram disparados contra a base da PM no Campeche, também no Sul da Ilha. Segundo a corporação, foram feitos 14 disparos por dois homens em uma moto.

Em Tijucas, na região da Grande Florianópolis, cinco ônibus de uma empresa foram incendiados às 3h em um pátio. Não houve feridos, apenas danos materiais. Mais cedo, por volta de 1h, homens em uma moto atiraram contra uma base da PM em Jurerê, na capital catarinense.

Cinco ônibus foram incendiado em Tijucas na madrugada desta terça (30) (Foto: Luiz Jr/VipSocial)Cinco ônibus foram incendiado em Tijucas na madrugada desta terça (30) (Foto: Luiz Jr/VipSocial)

Por volta de 0h20, quatro tiros foram disparados contra uma viatura PM na Vila União, em Florianópolis. Ninguém ficou ferido e nenhum suspeito foi preso.

Ônibus em Tijucas ficaram destruídos (Foto: Luiz Jr/VipSocial)Ônibus em Tijucas ficaram destruídos
(Foto: Luiz Jr/VipSocial)

Perto das 23h, em Chapecó, no Oeste do estado, foram disparos dois tiros de arma de fogo contra a casa de um policial no bairro universitário. Ele não ficou ferido.

Por volta das 22h, na região do Morretes, em Itapema, Litoral Norte, um ônibus foi incendiado parcialmente. O veículo estava estacionado e não havia ninguém dentro. Moradores conseguiram controlar as chamas. Menores em bicicletas incendiaram o ônibus. Este pertencia a uma empreiteira e era usado para fazer o transporte de funcionários. Outro ônibus foi alvo de incêndio por volta das 21h45 em Navegantes, também Litoral Norte.

Motivação
A Polícia Civil investiga a possível correlação dos casos .”Temos algumas informações fidedignas que levam essas causas vinculadas a questões não só de uma facção. Estão sendo apuradas a participação de outras facções. Podem ter origem também dentro de presídios. Inicialmente, já temos identificadas quatro pessoas, e, acreditamos que até o final desta semana, teremos um grupo maior identificado”, disse o delegado Akira Sato, diretor da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic).

A principal hipótese da motivação desses ataques é uma retaliação às ações de segurança pública no estado, segundo o diretor da Deic. “O que a gente vem trabalhando é a questão dos trabalhos que a Segurança Pública vem realizando nos últimos meses. Isso aí trouxe uma inquietação”, acrescentou.

Outras ocorrências de segunda-feira
Um ex-agente prisional foi assassinado a tiros na noite de segunda (29) no município de Criciúma, no Sul catarinense. Segundo a Polícia Civil, o homem teria sido chamado para fora de casa e foi baleado com três tiros, um deles na cabeça. Ele era ex-agente do Presídio Regional Santa Augusta, em Criciúma.

Viatura da PM foi atingida por disparos em Florianópolis (Foto: Mayara Cardoso/Divulgação)Viatura da PM foi atingida por disparos em
Florianópolis (Foto: Mayara Cardoso/Divulgação)

Também nesta noite, a casa de um policial militar foi alvejada por disparos de arma de fogo. O caso foi em Gaspar, no Vale do Itajaí, por volta das 21h. Dois suspeitos em uma moto são procurados por guarnições da PM da região.

De acordo com a corporação, em Blumenau, dois suspeitos em uma CG 125 prata passaram na frente da casa e dispararam contra o local. Foram feitos cinco disparos de arma de fogo. Os moradores não estavam na hora do incidente e, por isso, ninguém se feriu.

Dois homens foram detidos na noite desta segunda-feira (29) em um carro com combustível e álcool. Eles foram abordados por volta das 20h30, em Guaramirim, no Norte catarinense, quando estavam dentro de um carro. Segundo a tenente-coronel Claudete Lemkuhl, a suspeita é de que eles iriam participar de alguma ação criminosa na região.

Nesta segunda, suspeitos atropelaram 3 pessoas em um ponto de ônibus (Foto: Rildo Medeiros/RBS TV)Suspeitos atropelaram 3 pessoas em um ponto de
ônibus (Foto: Rildo Medeiros/RBS TV)

Perserguição policial
Em uma perseguição policial na tarde desta segunda-feira (29), com troca de tiros, um carro bateu em um ponto de ônibus no bairro Itacorubi, em Florianópolis.

O ponto na Avenida Admar Gonzaga foi derrubado pelo carro dos suspeitos e pessoas que estavam no local foram atingidas. Os socorristas confirmaram que três pessoas ficaram feridas. Uma viatura da PM foi atingida por disparos durante o confronto. Os dois suspeitos foram presos no manguezal ainda na segunda, um às 16h30 e outro às 21h.

10 ataques entre sexta e domingo
A Polícia Militar contabilizou 10 ataques a ônibus, bases da segurança pública, casas de agentes e um posto de gasolina na Grande Florianópolis entre sexta-feira (26) e domingo (28). Os casos, são semelhantes aos ocorridos nas ondas de atentados do final de 2012 e início de 2013 no estado, ocorreram em Florianópolis, São José, Palhoça e Tijucas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s