Após 1 ano, agência contra crime organizado prende 1.422 suspeitos Grupo apreendeu 55 toneladas de drogas e R$ 1,7 milhão de criminosos. Parceria entre governos de SP e federal foi fechada em novembro de 2012.

Posted On 11/11/2013

Filed under Uncategorized

Comments Dropped leave a response

Agência de Atuação Integrada contra o Crime Organizado funciona na Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (Foto: Kleber Tomaz / G1)Agência de Atuação Integrada contra o Crime
Organizado funciona na Secretaria da Segurança
Pública de São Paulo (Foto: Kleber Tomaz / G1)

Quase um ano depois da criação da Agência de Atuação Integrada contra o Crime Organizado, parceria entre os governos estadual e federal para combater a onda de violência em São Paulo, balanço indica que o trabalho do grupo levou à prisão de 1.422 suspeitos, apreensão de 55 toneladas de drogas e recolhimento de R$ 1,7 milhão em dinheiro de criminosos (veja dados completos abaixo).

Este é primeiro balanço oficial das atividades da agência, que foi anunciada em novembro de 2012, período marcado pelo confronto entre membros da facção que age dentro e fora dos presídios paulistas com agentes das forças de segurança. Entretanto, o resultado das ações de 19 órgãos estaduais e federais vai além da facção e abrange também outras quadrilhas e grupos criminosos que agem no estado de São Paulo.

saiba mais

Apesar de ter sido criada em novembro de 2012, a agência começou a funcionar efetivamente em fevereiro deste ano, quando Geraldo Alckmin (PSDB) decretou a criação de um grupo gestor para coordenar o órgão.

Uma das principais estratégias da agência foi o bloqueio em estradas, sobretudo em divisas do estado. Foram feitos 1.495 bloqueios. Quarenta e cinco mil veículos suspeitos foram abordados.

Além das 1.422 pessoas detidas por suspeita de envolvimento em organizações criminosas em São Paulo, foram apreendidas 55 toneladas de drogas em rodovias, portos e aeroportos no estado. Segundo dados da agência, foram 39,9 toneladas de maconha e 5,9 toneladas de cocaína. Foram apreendidas ainda 25 mil unidades de drogas sintéticas, 211 mil medicamentos e 15 milhões de maços de cigarros contrabandeados.

Ação contra lavagem
Para tentar desarticular os grupos criminosos, a agência também atuou no combate a lavagem de dinheiro. Em quase um ano de trabalhos, foram apreendidos mais de R$ 1,7 milhão em dinheiro, sendo R$ 1.062.235,90 em moeda nacional e R$ 682,4 mil em moeda estrangeira.

Em novembro, o ministro da Justiça Eduardo Cardozo havia dito que “relatórios de inteligência” permitiriam “fazer o asfixiamento financeiro das organizações criminosas que atuam no estado”.Atualmente, representantes dos órgãos envolvidos se reúnem em uma sala da Secretaria da Segurança Pública (SSP).  Lá são definidas como as ações integradas irão ocorrer. Em seguida, após aprovação, as estratégias de atuação são postas em prática com grupos operacionais que atuam com a inteligência policial, por exemplo.

Polêmica
A criação da Agência de Atuação Integrada contra o Crime Organizado ocorreu após a presidente Dilma Rousseff (PT) e Alckmin encerrarem a polêmica entre Cardozo e o então secretário da SSP, Ferreira Pinto.

O dois divergiram sobre uma oferta de ajuda do governo federal. O ministro afirmava ter oferecido, desde julho do ano passado, inteligência e transferência de presos. Já o secretário dizia não ter recebido proposta e que teve negado pedido de recursos na ordem de R$ 149 milhões para equipamentos. Sobre a verba, Cardozo não respondeu se ela seria liberada, mas se mostrou receptivo aos pedidos.

Apreensões da agência
Números do trabalho coordenado entre 18 órgãos estaduais e federais realizado desde novembro de 2012:

Presos
presos em flagrante: 1.285
foragidos apreendidos: 137

Drogas
maconha: 39,9 toneladas
cocaína e crack: 5,9 toneladas
drogas sintéticas: 25 mil unidades
outras drogas: 9 toneladas
medicamentos: 211 mil unidades
cigarros: 15 mil maços

Dinheiro
moeda nacional: R$ 1.062,235,90
moeda estrangeira: R$ 682,4 mil

Armamento
armas de uso permitido: 67 unidades
armas de uso restrito: 56 unidades
munições de uso permitido: 7.924 unidades
munições de uso restrito: 7.788 unidades

Outros
produtos químicos controlados: 3 unidades
veículos terrestres: 1.066 unidades
equipamentos eletrônicos: 24.652 unidades
objetos contrabandeados: 951.554 unidades
demais apreensões: 12.773 unidades

Explosivos
cordel detonante: 200 metros
espoleta: 25 unidades
rojões: 480 unidades
estopim: 50 metros
banana de dinamite: 1 unidade
explosivo: 1,5 kg
cartuchos de emulsão explosiva: 5 unidades
explosivo de demolição: 1 unidade
outros explosivos: 3 unidades

Fiscalizações
aeródromos fiscalizados: 12
aeronaves vistoriadas: 304
abordagens de veículos de passageiros: 2.254
abordagem de veículo de carga: 5.968
abordagem de veículo de passeio: 41.619
barreiras móveis: 1.162
barreiras fixas: 333
pedreiras vistoriadas: 197
pedreiras autuadas: 25
pedreiras notificadas: 10

Órgãos integrantes
Participam da agência, na esfera estadual: Polícia Civil, Polícia Militar (PM), Ministério Público Estadual (MPE), Secretaria da Segurança Pública (SSP), Secretaria da Administração Penitenciaria (SAP), Secretaria da Fazenda de São Paulo, Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e Controladoria Geral do Município.

No âmbito federal: Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal (PF), Receita Federal, Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), Banco Central do Brasil, Departamento Penitenciário Nacional, Exército, Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e Ministério Público Federal (MPF) e Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) – órgão ligado ao Ministério da Justiça.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s