Homem mata ex-genro durante missa em igreja de Porto Alegre Crime ocorreu no interior da Paróquia de Santa Rita de Cássia, na Zona Sul. Segundo a polícia, desavenças entre os dois já era antiga.

Posted On 17/03/2013

Filed under Uncategorized

Comments Dropped leave a response

Corpo do homem é retirado do interior da igreja na Zona Sul de Porto Alegre (Foto: Dayanne Rodrigues/RBS TV)Um crime chocou a comunidade da Zona Sul de Porto Alegre na manhã deste domingo (17). Durante a missa que era realizada na Paróquia do Santuário de Santa Rita de Cássia, no bairro Guarujá, uma discussão se iniciou e um homem de 55 anos disparou quatro vezes contra um de 35. Segundo a polícia, o homem que efetuou os disparos era ex-sogro da vítima.

Depois dos tiros, houve uma correria muito grande. Pessoas se atiraram no chão e outras tentaram se esconder na sacristia. O autor dos tiros foi preso em flagrante e encaminhado à delegacia para dar esclarecimentos. Em seguida será levado para o Presídio Central, garante a polícia.

Crime ocorreu no interior da Paróquia do Santuário de Santa Rita de Cássia (Foto: Dayanne Rodrigues/RBS TV)Paróquia do Santuário de Santa Rita de Cássia é
bastante conhecida em Porto Alegre
(Foto: Dayanne Rodrigues/RBS TV)

Conforme relatos da polícia, o homem que atirou trabalhava como ajudante na igreja e ficou irritado ao ver o ex-genro entrar no local com a namorada. A vítima foi casada com a filha do suspeito e os dois tinham filhos, mas estavam separados. Ainda segundo a polícia, os envolvidos no caso nunca se deram bem e já haviam registrado ocorrências na delegacia um contra o outro.

Cunhada da namorada da vítima, Daniela Maizonave estava com o casal no momento do crime. Ela disse que a discussão ganhou força após o homem cobrar do ex-sogro uma participação maior dos filhos adolescentes, de 13 e 16 anos, na igreja. Os filhos passaram a morar com os avós após a separação.

O primeiro tiro acertou a cabeça da vítima. Os outros três foram disparados já com ele no chão. Segundo moradores da Zona Sul da capital gaúcha que conheciam a família, o homem morto tinha ordem da Justiça para não se aproximar do ex-sogro.

O local foi isolado para a realização da perícia. Testemunhas foram prestar depoimento no Palácio da Polícia de Porto Alegre.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s