João Alkimin: O LEGADO DE FERREIRA PINTO…

Posted On 06/12/2012

Filed under Uncategorized

Comments Dropped leave a response

O LEGADO DE FERREIRA PINTO. Soube hoje de uma história que me deixou atônito! Primeiro peço desculpas por voltar a escrever, pois já publiquei uma matéria essa semana, mas, sabendo do que soube,não posso me omitir. Dois investigadores de Policia da 4ª Delegacia de Crimes contra o Patrimônio do DEIC em diligência oficial, dirigindo uma viatura descaracterizada oficial foram deter um ladrão de carga. O individuo ao perceber os Policiais evadiu-se do local, incontinente um outro cidadão de dentro do bar sacou sua arma e atirou contra os Policiais Civis, baleando duas vezes um deles. O outro, reagiu a injusta agressão e lamentavelmente veio a matar o atirador que posteriormente se soube ser um policial militar. Tudo isso é profundamente lamentável e demonstra o caos que o ex Secretário Ferreira Pinto lançou São Paulo. Agora começa a parte tragicômica da história… Os dois Policiais Civis foram conduzidos para a Corregedoria e lá autuados em flagrante por homicídio. Seu Delegado como deve fazer qualquer autoridade policial, para a Corregedoria se dirigiu e pasmem senhores, teve sua entrada impedida na sala onde seus subordinados eram autuados em flagrantes, por um Delegado do DOP. Mas inexplicavelmente dentro dessa sala, encontravam-se um Major e um Tenente PM acompanhando os atos de Policia Judiciária. O Delegado Diretor do DEIC somente compareceu a Corregedoria muito tempo depois e, segundo consta, instado pelo Delegado Geral. Isso é uma palhaçada! Ocorreu uma tragédia e ninguém vai aqui negar. Mas essa tragédia ocorreu, tenham certeza, pelo medo que assola a cidade. pelo caos a que fomos lançados pelo Governador e pelo medo que os Diretores tem da Corregedoria, se preocupando somente em defender suas próprias cadeiras e cargos. Os outros…bom, cada um se vire como puder. Ao fim e ao cabo, temos três famílias enlutadas, a de um policial que morreu e a de dois policiais autuados em flagrante. Agora o que me causa espanto, o que queria o Delegado Corregedor? Que os Investigadores tivessem saído correndo e gritando “socorro mamãe” ? E não me venham falar a besteira que já ouvi de alguns “ah mas eles estavam em carro descaracterizado!”. Lembro aos senhores que em qualquer país sério desse planeta e cito alguns: EUA, Inglaterra, França, Itália,Canadá e até na América do Sul, Chile, Paraguai e Argentina, policiais que fazem investigação, usam carros descaracterizados. O Brasil é o único país do mundo em que se quer investigações com carros onde se escrevem “Roubo a Banco”, “Crimes contra o Patrimônio”… Isso demonstra a falta de conhecimento daqueles que se dizem “especialistas em segurança pública”. Triste final dos tempos em que vivemos, volto a repetir meu velho mantra: demite-se o Delegado Guerra por repercutir noticia, o Delegado Frederico por prender um Juiz bêbado, o Delegado Bibiano mesmo absolvido por inexistência do fato não consegue voltar, policiais que se suicidaram por não aguentarem mais a pressão da Corregedoria e agora, policiais presos por cumprirem seu dever legal. Palmas para aqueles que dirigem a Segurança Pública no Estado e para o Governador. João Alkimin João Alkimin é radialista – http://www.showtimeradio.com.br/ http://www.vejosaojose.com.br/joaoalkimin.htm

FONTE: FLITPARALISANTE

http://flitparalisante.wordpress.com/2012/12/04/joao-alkimin-o-legado-de-ferreira-pinto-corregedor-bate-continencia-para-a-pm-impede-delegado-do-deic-de-ter-acesso-aos-subordinados-e-da-voz-de-prisao-em-flagrante-aos-dois-policiais-que-fo/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s