SP: novo secretário da Segurança diz que não quer decepcionar

Posted On 22/11/2012

Filed under Uncategorized

Comments Dropped leave a response

HERMANO FREITAS
Direto de São Paulo

O novo secretário da Segurança Pública de São Paulo tomou posse na manhã desta quinta-feira, no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, dizendo ter consciência da enorme responsabilidade que assume. Em meio a uma crise que fez disparar o número de homicídios nos últimos meses na região metropolitana, Fernando Grella Vieira disse não ter dormido bem na véspera da posse.

Homicídios, estupros e roubos crescem em SP em 2012
Veja o mapa dos assassinatos em SP

 

“Eu tenho noção do peso da responsabilidade e nós não queremos decepcionar”, disse para um grande contingente de repórteres presentes no ato que o empossou. Durante o discurso, afirmou que o respeito aos direitos humanos não é um concorrente do cumprimento da lei. “(É necessário) desfazer a noção equivocada de que o combate firme ao crime e o respeito aos direitos humanos são excludentes. Não são”, afirmou. Questionado sobre uma possível mudança no comando das polícias, Grella disse que isso será decidido “nas próximas horas”.

Para o delegado-geral da Polícia Civil, Marcos Carneiro Lima o clima era de despedida. Recebendo os cumprimentos do deputado Orlando Morando (PSDB), líder do governo na Assembleia Legislativa, agradeceu o “apoio” e disse a jornalistas que colocava o cargo à disposição. “Quem ocupa um cargo público não tem que ter apego, fui convidado pelo secretário Antonio Ferreira Pinto”, disso o policial. Ele atribuiu a onda de assassinatos no Estado a um “efeito manada”. “Da mesma forma que começou a onda de ataques a joalherias, restaurantes, o crime de homicídio foi da mesma forma”, disse.

O coronel que comanda a Polícia Militar não deu sinais de que colocaria seu cargo à disposição. Ele afirmou que sua permanência ou saída seria definida em reunião com o novo secretário para definir o futuro da gestão da pasta. “Se for convidado a continuar, seguirei o trabalho, mas o cargo é do governo”, disse.

O tom do discurso do secretário da Segurança Pública que deixava o posto foi de exaltação da sua própria administração. Em uma fala de mais de meia hora, destacou a reestruturação da carreira policial, das delegacias, dos registros de ocorrência, da troca do sistema de investigação de suspeitas de execução por policiais e disse não ter desprestigiado a Polícia Civil ao colocar as Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota) à frente de ações importantes. “É uma falsa verdade dizer que a Polícia Civil foi afastada de suas funções”, declarou.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), também foi elogioso ao secretário, repetindo que ele exerceu a função com “dignidade”. “Nada revela mais o caráter de um homem como o modo que se comporta quando detém o poder”, disse. Ele aproveitou para elogiar o trabalho policial. “É pouco dizer que o policial representa o Estado. Ele ‘é’ o Estado. É muito grave quando policiais são atacados covardemente, muitas vezes sem farda, na frente dos filhos. É uma tentativa de acovardar o Estado”, disse.

Alckmin deve viajar nas próximas horas a Brasília para a posse do ministro Joaquim Barbosa como novo presidente do Supremo Tribunal Federal e não concedeu entrevista coletiva.

Onda de violência
Desde o início do ano, ao menos 93 policiais foram assassinados no Estado. Desse total, 18 eram aposentados e três estavam em serviço. Além disso, o Estado continua a enfrentar um grande índice de violência. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, só na capital foram registrados 1.135 casos de homicídios dolosos entre janeiro e outubro, mais do que todo o ano de 2011. O mês de outubro foi o mais violento dos dois últimos anos na cidade, com 176 mortos. Em todo o Estado, foram 4.007 casos registrados desde janeiro.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s